Radar

Sustentabilidade vai ser prioridade, avança relatório da IACC

Operações éticas e práticas sustentáveis vão ser dois dos fatores mais importantes para os venues nos próximos anos, de acordo com o relatório anual da IACC – International Association of Conference Centers, o Meeting Room of the Future.

Avança a IACC que 44% dos mais de 250 meeting planners e especialistas do setor entrevistados para o relatório acreditam que as operações éticas e a sustentabilidade serão dos elementos mais importantes para os venues em 2024. Quando questionados sobre a maior frustração nas ofertas de comida e bebidas, uma grande preocupação é a quantidade de desperdícios alimentares gerados pelas reuniões e pelos eventos e a forma como esses desperdícios são tratados. Além disso, 62% afirmaram que vão analisar a forma como o venue gere o desperdício de comida antes de fazer reservas.

Os requisitos de dieta mantêm-se a prioridade número um para os organizadores, na área da alimentação, este ano. A maioria (88%) tem total confiança que os seus venues de eleição vão atender aos pedidos especiais antes da reunião ou do evento. No entanto, alguns acreditam que os venues podem fazer um pouco mais no que toca à informação do staff sobre os ingredientes ou na criação de melhores pratos para os que tenham pedidos especiais, por exemplo.

Outro tópico importante é a cibersegurança, que levanta algumas preocupações: 27% dos inquiridos afirmaram que a cibersegurança vai tornar-se uma prioridade nos próximos três a cinco anos e 76% dos organizadores de reuniões disseram-se preocupados com o tema quando implementam novas tecnologias nos seus eventos. O relatório revela o aumento de 8% (em 2017) para 85% (em 2019) no número de reuniões que integram novas tecnologias, como aplicações para o público, por exemplo.

“Os eventos são vulneráveis a uma variedade de ciberataques que podem ocorrer antes ou durante um evento, por isso as organizações precisam ter uma abordagem holística relativamente à segurança, que aborde todos os tipos de ameaças. Os criadores de software para eventos, os venues e os parceiros operadores wi-fi vão ser confrontados com o desafio crescente de melhorar a segurança sem diminuir a facilidade de utilização, que será importante para a implementação de novas tecnologias digitais”, refere Matt Harvey, vice-presidente de Serviços de Internet da PSAV.

Segundo o relatório, há um contínuo crescimento do foco na criação de experiências, tal como aumentou, desde 2017, o número de organizadores que são agora responsáveis por criar experiências memoráveis nos encontros: de 10% (em 2017) para 85% (em 2019). O aumento da procura por encontros conduzidos por experiências é atribuído às novas gerações que tanto participam nos eventos como também os organizam – as novas gerações estão a dar muita força às mudanças nos formatos das reuniões e atividades de teambuilding.

“A IACC dedica-se a definir a agenda para a indústria das reuniões e eventos no que toca a fornecer informação e entendimento aos venues sobre como podem continuar a adaptar-se para que possam proporcionar uma boa experiência aos organizadores de eventos. O relatório deste ano revela algumas tendências interessantes e mostra que tendências que apareceram nos últimos anos continuam a crescer. Vemos análises mais críticas dos venues e das suas práticas antes da reserva dos espaços para eventos e, especialmente, um foco real na sustentabilidade e operações éticas. Estas são áreas que se prevê que continuem a desenvolver-se nos próximos anos. Estou interessado em ver como os locais e as empresas abordam as preocupações dos organizadores ao longo do próximo ano e que mudanças iremos ver no relatório de 2020”, frisou Mark Cooper, CEO da IACC.

Tags: Eventos, Meetings Industry, Venues, Relatórios

14-06-2019