Destinos

São Paulo: uma cidade para todos

Basta fazer o percurso de Guarulhos, um dos três aeroportos que servem São Paulo, para o centro da cidade, prestando atenção ao movimento de carros, camiões, helicópteros, para se perceber que ali está o centro nevrálgico do Brasil, um país que, convém não esquecer, é do tamanho de um continente.

A cidade, numa primeira visita, pode parecer desconcertante, não cumprindo os cânones de outras metrópoles com centros eminentemente turísticos, facilmente identificáveis. Mas essa é apenas uma ilusão, porque São Paulo, que abriga mais de 12 milhões de habitantes, é afinal uma cidade para todos. Moldada por inúmeras nacionalidades, culturas, crenças e ideais, esta mega‑cidade é simultaneamente italiana, alemã, judaica, portuguesa, japonesa, chinesa, francesa, africana, árabe, espanhola, latina e brasileira. O reflexo desta fusão está presente na arquitectura, nas ruas, na gastronomia, nos trajes e nos hábitos de cada paulistano.

event point revista eventos mice

© jACK TWO

24h/24h

É outra das marcas que só as metrópoles desta dimensão apresentam: nunca parar, 24 horas por dia, sete dias por semana, 365 dias por ano. Abrandar talvez, um pouco, mas parar nunca.

São Paulo dispõe do maior complexo hoteleiro da América Latina, o mais completo centro hospitalar do país, e concentra o maior pólo cultural brasileiro. É ainda uma das capitais internacionais da gastronomia, destino regular de grandes eventos, feiras e exposições mundialmente reconhecidas, sede de centros académicos e de pesquisa conceituados.

A capital paulista é um daqueles lugares capazes de mesclar modernidade e história. Já foi palco de revoluções políticas, culturais e protestos em favor da democracia. Abriga centenas de cinemas, museus, teatros, áreas de um rico património histórico e cultural, parques, casas de espectáculos, parques temáticos, restaurantes, bares, hotéis, espaços para eventos, feiras, shopping centers, ruas dedicadas ao comércio...

Por ano, cerca de 15 milhões de visitantes demandam São Paulo, quer seja para tratar de negócios, estreitar contactos profissionais, fazer compras ou usufruir de um calendário cultural sintonizado com as vanguardas do mundo inteiro.

Capital de um Estado do tamanho do Reino Unido, com uma população próxima da de Espanha e que gera quase metade da riqueza brasileira, São Paulo tornou‑se também o primeiro destino do Brasil.

Para os amantes da gastronomia, São Paulo oferece 15.000 restaurantes com mais de 40 tipos diferentes de cozinha, onde pontuam nomes como Helena Rizzo, eleita em 2014 a melhor chef mulher no mundo, e Alex Atala, chef do D.O.M., restaurante que surge sistematicamente no topo dos rankings mundiais.

Para os intelectuais, mais de 90 bibliotecas e uma feira do livro que, de dois em dois anos, tem uma média de 750.000 visitantes.

Para a comunidade LGBT, a maior parada gay do mundo, com mais de quatro milhões de participantes, igrejas, bares, restaurantes e discotecas.

Para os empresários e profissionais de inúmeras áreas, a terceira maior bolsa de valores do mundo, a Bovespa, o maior pólo empresarial do Mercosul, com mais de 90.000 eventos de negócios por ano, e a sede de 63% de todas as empresas multinacionais instaladas no Brasil.

Para os viciados em compras, mais de 50 shopping centers, pequenas lojas e feiras de rua, onde se fazem 10 compras com cartão de crédito a cada segundo que passa.

Para mulheres, e acreditando neste estereótipo, 8.000 salões de beleza e mais de 10.000 clínicas estéticas. Para homens, e mais uma vez acreditando no estereótipo, 10 estádios de futebol, um grande prémio de Fórmula 1, com 120.000 espectadores, e seis milhões de mulheres brasileiras...

Para os que são religiosos, locais de culto católicos, ortodoxos, judeus, muçulmanos, budistas, hare krishnas, mórmons, protestantes, etc.

Para as crianças, o maior jardim zoológico da América Latina, a Kidzania, onde os mais pequenos podem experimentar as tarefas de várias profissões, 90 parques urbanos e parques temáticos.

E se nada disto lhe agradou, tem sempre formas de sair daqui, tão facilmente como entrou: três aeroportos com mais de 700 ligações internacionais, 42 companhias aéreas que operam voos internacionais directos para São Paulo, três terminais rodoviários, 33.000 táxis e 15.000 autocarros.

event point revista eventos mice

© Tommaso Mascioli

Para todos os eventos

A oferta de São Paulo inclui as principais cadeias hoteleiras internacionais, a que se associam venues para eventos clássicos, como o Parque do Anhembi; para eventos elegantes, como a Sala São Paulo ou o Teatro Municipal; para eventos gastronómicos, como o Terraço Itália, o Mercado Municipal ou Figueira Rubayat; para eventos ao ar livre, como o Parque do Ibirapuera ou Guarapiranga; para eventos cool, como a Cinemateca ou o MAM – Museu de Arte Moderna; para eventos de arte, como o Pavilhão da Bienal, SESC Pompéia ou o MuBe; para eventos surpreendentes, como a Ponte Estaiada e o Auditório Ibirapuera; e para eventos desportivos, como os estádios de futebol, o autódromo de Interlagos ou o Museu do Futebol.

Finalmente, e se ainda necessita de mais informações sobre este destino, pode sempre consultar o primeiro Convention Bureau da América Latina, justamente o de São Paulo, em www.visitesaopaulo.com.

Tags: Destinos, Brasil

13-04-2017