Opinião

Vemo‑nos em Coimbra?

Na recta final da preparação dos Best Event Awards (BEA) World 2018 importa uma reflexão do percurso percorrido…

Dois anos após lançarmos a candidatura à organização de duas edições deste importante evento internacional, e apesar de alguns constrangimentos financeiros resultantes da primeira edição, acreditamos que trilhámos um caminho de sucesso.

Posicionámos dois destinos na rota dos eventos internacionais: Porto e Coimbra;

Proporcionámos a várias empresas nacionais o contacto com uma rede de parceiros internacionais, e sabemos que os resultados comerciais foram positivos;

Contribuímos para a internacionalização de várias empresas associadas.

Esta é de facto uma oportunidade ímpar para as empresas se posicionarem no mercado global... e considerando que os BEA são agora uma marca global, é possível que as próximas edições deste evento possam não se realizar na Europa, o que distancia e dificulta por si as oportunidades para o nosso mercado.

Assim, e não querendo ser fatalista, a verdade é que Coimbra é de facto uma oportunidade ímpar e derradeira para que as nossas empresas se possam afirmar perante mais de 400 representantes de empresas internacionais de eventos que têm como vocação a decisão de destinos e eventos internacionais.

A edição deste ano apresenta uma novidade, ao premiar os “Best Location Awards”. Aumentam assim as oportunidades para os nossos destinos, espaços de eventos e congressos, quer em recintos infra‑estruturados, quer em espaços singulares.…

E se a candidatura a estes prémios não foi possível, existem outras oportunidades para a apresentação do espaço/local sob outra perspectiva.

E se Portugal continua a ser um destino na moda, atraindo diversos eventos internacionais, a verdade é que este Verão, já proliferaram notícias sobre outros destinos concorrentes, mais económicos, e onde já se sentem sinais de maior segurança e estabilidade, a “roubarem” turistas ao nosso País…

O que faltará para que o mesmo aconteça na captação de eventos e congressos internacionais?

É tempo de fazer o “trabalho de casa” e mais do que se deixar levar pela corrente de crescimento, preparar as bases para relações sólidas de confiança, qualidade e fidelidade. Perceber que é tempo de investir, e não apenas recolher frutos, pois como a economia já nos provou, ela é feita de ciclos, e para contrariar tempos mais difíceis é este o momento de nos prepararmos.

São exactamente estes os valores em que a APECATE apostou quando arriscou captar os BEA para Portugal.

Sabíamos que, apesar da pequena estrutura que temos, podíamos dar este passo e contávamos com a participação activa dos nossos associados e parceiros.

Por isso fica o convite! Contamos consigo em Coimbra, como parceiro, patrocinador, candidato a prémio, como participante, ou apenas para visitar esta bonita cidade.…

Se ainda não descobriu a melhor forma de o fazer, contacte‑nos, e teremos todo o prazer em apresentar‑lhe todas as possibilidades.

Coimbra, 21 a 24 de Novembro de 2018
BEA World, Where Creativity Meets Business.…


Ana Fernandes, vice-presidente da APECATE




 

Tags: APECATE, BEA World

15-10-2018