ARQUIVO

Adolfo Mesquita Nunes anuncia alterações no Fundo de Congressos

O Fundo de Congressos vai ser alargado por mais um ano e acessível a congressos com mais de 350 delegados, em vez dos 450 exigidos até agora. O objectivo é responder a necessidades das várias regiões do país. Está foi uma das novidades transmitidas por Adolfo Mesquita Nunes, secretário de Estado de Turismo, à plateia do Congresso da APECATE - Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos. O Fundo tem o valor de um milhão de euros.

O governante anunciou ainda a reserva de 5 milhões de euros, da linha de financiamento às empresas de turismo, para projectos até 300 mil euros das empresas do sector da animação turística, congressos e eventos. O Gabinete de Apoio ao Empresário do Turismo de Portugal (TP) vai ser reorganizado para responder às necessidades destas empresas, bem como a actuação das delegações do TP no estrangeiro. O objectivo é apoiar na captação de congressos.

Em relação a um novo centro de congressos para a cidade de Lisboa, o secretário de Estado reafirmou que depende da iniciativa privada. "Se o negócio é bom, demonstrem-no com números" e só aí o Estado poderá apoiar.

O congresso da APECATE decorre a 31 de Janeiro e 1 de Fevereiro, no Hotel Altis.

Cláudia Coutinho de Sousa