Notícias

‘Task force’ defende postos de testagem nos eventos de massas

Os postos de testagem devem ser criados onde haja aglomeração de pessoas, avança o Público.

Fernando Almeida, coordenador da recém-criada ‘task force’ responsável por elaborar a estratégia nacional de testagem, defende a criação de postos de testagem em universidades, transportes públicos e eventos de massas, ou seja, onde quer que haja aglomeração de pessoas, de acordo com notícia do jornal Público.

A estratégia nacional de testagem já começou a ser desenhada, avança o Público, que cita o também presidente do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, quando explica que o conceito da estratégia passa por prevenir, testar e diagnosticar.

Segundo o jornal Público, Fernando Almeida propõe a criação de postos de testagem onde haja eventos de massas, como os festivais de música, por exemplo. Como um bilhete garante a entrada num espetáculo, um outro bilhete pode ditar que a pessoa realizou o teste à Covid-19 e ‘está negativa’, exemplifica.

Avança ainda o jornal que Fernando Almeida está tranquilo relativamente à capacidade de fazer chegar os testes de rastreio à população de forma maciça, uma vez que, além da reserva estratégica de 1,5 milhões de testes que estão disponíveis no momento, Portugal vai receber mais 12 a 13 milhões de testes.

Tags: Eventos, Festivais, Promotores, Testagem, Covid-19

29-03-2021

Últimas Notícias