Notícias

Grupo Carrilho de Almeida investe oito milhões no “momento mais difícil”

São três grandes projetos do Grupo Carrilho de Almeida, que totalizam um investimento de oito milhões de euros, no “momento mais difícil” da década.

Manuel di Pietro, Business Development Director da Taste – Catering & Events, uma das empresas do Grupo, responsável pela gestão dos espaços Montes Claros e O Clube, em Monsanto, Lisboa, descreve assim este momento em contraciclo, com três grandes projetos em curso.

Manuel di Pietro

Para breve está a inauguração do Forte da Crismina, no Guincho. Um espaço com 300 mmesmo em cima do mar. Em setembro é a vez de A Estufa, um novo espaço com capacidade para 400 pessoas, inserido n’O Clube – Monsanto Secret Spot. Em 2022 ficará pronta a nova sede, em Venda Nova, que inclui uma cozinha com 800 m2, capaz de abastecer a operação de todo o Grupo, quer nos espaços próprios, quer para fora.
 
A Estufa

Estes eram investimentos que já estavam em marcha, que a pandemia, em vez de parar, só veio acelerar, explica Manuel di Pietro.

Nova sede do Grupo Carrilho de Almeida, em Venda Nova
 
Retoma tímida
 
Se no caso dos eventos para particulares o mercado vai dando sinais de retoma, no caso dos eventos corporativos e associativos, “ainda vai demorar”, antecipa o responsável da Taste. E depois de tudo isto passar? “Vai haver uma redução de players, mas as empresas que se aguentarem vão surgir mais fortes”, acredita Manuel di Pietro. No caso da Taste, todo o trabalho assenta “na robustez da empresa, na consistência e qualidade dos produtos, e ainda na qualidade da equipa de cozinha”.
 
Inovar
 
No capítulo da inovação, Manuel di Pietro destaca o serviço: “a forma como o prato está apresentado, como é servido…” E rejeita qualquer guerra de preços, “Não mexemos nos nossos preços”, defendendo “qualidade a um preço justo”.

Tags: Grupo Carrilho de Almeida, Catering, Espaços, Taste, Manuel di Pietro, Covid, Investimento

06-07-2021

Últimas Notícias