Empresas

Pro Rent Events: “Se 2021 tem um desafio, a PRE tem a solução!”

A Pro Rent Events (PRE) apresenta‑se como solução aos desafios impostos pelo mercado, em contexto de pandemia, e promete colaborar no desconfinamento progressivo do mercado dos eventos.

Desde o primeiro confinamento que a PRE tem vindo a desenvolver um conjunto de serviços complementares que permitiram à empresa adaptar‑se à nova realidade, dando uma resposta integrada ao mercado e aos seus clientes. E para o fazer aliou tecnologia e inovação.

Depois de largos anos especializada e reconhecida no setor dos audiovisuais, com diversos prémios somados também na construção de stands, a PRE, por causa da atual pandemia, conseguiu reinventar‑se e expandiu a oferta às áreas da tecnologia e segurança para eventos.

Para o diretor geral da empresa, Luís Miguel Lopes, “a pandemia obrigou a uma adaptação forçada, mas, ainda assim, necessária. Levou a que investíssemos em novas áreas, novos equipamentos e formação dos nossos recursos humanos, expandindo os nossos campos de atuação. E se 2021 tem um desafio, a PRE tem a solução!”.

O responsável prossegue: “A partir do momento em que a pandemia obrigou o setor do entretenimento a suspender a atividade, tivemos de adaptar todo o conceito da empresa: investimos numa plataforma digital, criámos um estúdio com três tipos de cenários e reinventámo‑nos de um ponto de vista tecnológico. Os eventos híbridos obrigam a que tenhamos uma atitude altamente criativa e desafiante, contudo, só se torna exequível seguir com as nossas ideias se obedecermos a boas práticas e tomarmos as devidas precauções para minimizarmos os potenciais riscos, numa altura como esta.”

Testes rápidos, pórticos e a aplicação “Safe Covid”

Luís Miguel Lopes garante que “toda a dinâmica de testagem é um processo fulcral para garantir a segurança dos convidados e, neste sentido, a empresa está a atuar em quatro vertentes: além de uma testagem de despiste rápido no local dos eventos, dispomos de uma clínica móvel e de um conceito pioneiro, o envio de autotestes rápidos para o domicílio, acompanhados de um vídeo‑tutorial que explica o modo de realizar corretamente o despiste, quais os procedimentos a tomar, e, ainda, de uma linha de apoio com um técnico de saúde disponível 24 horas. Foi criada, também, uma rede de laboratórios parceiros, que conta com 21 clínicas a nível nacional, e, por fim, dispomos de uma equipa credenciada, que fará a deslocação ao local de hospedagem onde se encontrarão os anfitriões e a equipa técnica”.

Numa altura em que se impõem medidas de distanciamento, menor lotação de espaços e uma minimização de contactos, “desenvolvemos outras duas soluções: pórticos de desinfeção e credenciação, e ainda a app ‘Safe Covid’. Os pórticos de desinfeção e credenciação (já testados em escolas, instituições públicas e hospitais) permitem, em simultâneo, a desinfeção de mãos, deteção de máscara e temperatura, nebulização de vestuário e desinfeção de calçado, contagem de convidados e medição de temperatura. Através de um leitor de código QR, é possível integrar todo o processo de credenciação, reduzindo os recursos humanos envolvidos. Cada pórtico pode acolher cerca de 180 pessoas por hora”.

A aplicação ‘Safe Covid’ tem a capacidade de receber os dados relativos ao evento, permite o ingresso digital no evento através de um código QR, tem informações gerais e gera as respetivas notificações. “No entanto, o grande destaque desta aplicação é o mapeamento de possíveis contactos de risco, na eventualidade de se detetar um convidado infetado no pós‑evento”, afirma o diretor da PRE.

“Estes novos serviços cruzam‑se com outras medidas, como a definição correta de circuitos de circulação dentro dos espaços, a testagem de todos os técnicos envolvidos, a não reutilização de determinados equipamentos, etc...E só a soma de todos estes fatores pode contribuir, de facto, para eventos mais seguros”, conclui Luís Miguel Lopes.

Mais informações:
geral@pre.com.pt
www.pre.com.pt

Tags: Segurança, Saúde, Empresas

12-07-2021