Destinos

Ljubliana: O coração da Europa bate ao ritmo dos eventos

Capital de um país relativamente jovem, Ljubljna é uma cidade que surpreende pela tranquilidade, qualidade de vida e por ter todas as condições para acolher eventos.

Do miradouro do castelo de Ljubljana, onde se chega depois de subir uma extensa escadaria, a vista não podia ser mais recompensadora: a cidade, plana, compacta, aconchegada pelas montanhas cobertas de branco. Até a Triglav, a montanha mais alta da Eslovénia, que tem a honra de constar na bandeira do país, decidiu dar um ar de sua graça. Em dias completamente descobertos é possível vislumbrar mais de um terço deste país de dois milhões de habitantes. O castelo é mesmo um dos locais imperdíveis da cidade e segundo os locais funciona como uma espécie de estrela polar, ou bússola. Se nos perdermos basta identificar onde está o castelo e a orientação torna‑se mais fácil. O castanho outonal deixa antever uma cidade muito verde e brilhante durante a primavera e verão. Mas estamos em pleno inverno, logo só nos resta imaginar. O frio não afasta os locais do centro da cidade, nem os turistas, pelo contrário. O facto de estar fechado ao trânsito – desde 2007 o centro é zona pedonal ‑, cria uma espécie de despreocupação, que permite deambular sem rumo, só à descoberta de cada esquina, de cada margem do rio.

O arquitecto Joze Plecnik deixou a sua impressão digital um pouco por todo o centro, e o trabalho mais conhecido são as três pontes. Duas das pontes foram acrescentadas entre 1929 e 1932 à existente para permitir a passagem de pedestres. As pontes ligam a praça Preseren ao outro lado do rio. Esta praça é uma espécie de ponto de encontro e é enquadrada por uma bonita igreja franciscana, por outros edifícios interessantes, e pela estátua do maior poeta esloveno. O olhar da estátua está dirigido ao busto de Julia, a amada de France Preseren, colocado na fachada de um edifício do outro lado da rua.

Bem perto da praça Preseran fica o Mercado Central, um imponente edifício também da autoria de Joze Plecnik, e a poucos passos a Catedral de São Nicolau. O interior do templo é muito bonito, mas o que se destaca mais é a incrível porta, que retrata em relevo a história do cristianismo na Eslovénia e reconhece os bispos de Ljubljana do século XX. A câmara municipal fica na mesma rua da catedral, e é também um bonito edifício, que é possível visitar.

A poucos metros do mercado fica a ponte que exibe as famosas estátuas dos dragões, um cartão postal da cidade de Ljubljana. E há muito mais para ver e conhecer, enquanto se deambula tranquilamente pelas ruas da capital deste país, que se tornou independente da Jugoslávia em 1991.

eventpoint

Um destino para eventos cada vez mais consolidado

A capital da Eslovénia atrai cada vez mais eventos, apesar dos constrangimentos em termos de acessibilidade aérea. O aeroporto é bastante pequeno e tem poucos voos, no entanto há um novo terminal em construção que vai permitir aumentar a oferta aérea e modernizar a operação. “Há sempre desafios e cada destino tem os seus. A parte da acessibilidade é algo que queremos melhorar”, refere Tatiana Radovic do Convention Bureau de Ljubljana. “A British Airways começou a voar para Ljubljana a partir de Londres, o que é excelente, e estão a decorrer negociações com outras companhias”, adianta a responsável. No entanto esta aparente fragilidade é compensada com uma comunicação transfronteiriça. “Estamos muito próximos dos aeroportos de Zabreg, Triestre e Veneza e temos boas acessibilidades para essas cidades”. Zagreb fica a 140 quilómetros, Trieste a 130 e Veneza a 230.

Estando a parte da acessibilidade resolvida, há vários outros argumentos para realizar eventos e incentivos na capital eslovena. Um deles é claramente o tamanho médio e compacto da cidade, de cerca de 300 mil habitantes. A Event Point teve a oportunidade de perceber o quão fácil é a mobilidade. Não são necessários transfers, na maior parte dos casos, uma vez que os principais hotéis e os venues são muito próximos do centro histórico. O facto de este ser pedonal é um plus para os delegados ou participantes dos eventos. Isto torna a logística mais fácil para o organizador.

Por outro lado, “o organizador de eventos tem uma ampla escolha em termos de venues, tem dois centros de congressos à disposição, hotéis com facilidades para reuniões; e só no centro há 15 venues para eventos especiais, desde galerias a museus e outros espaços muito atrativos para eventos de diversos tamanhos”, explica Tatjana Radovic. A responsável do Convention Bureau revela ainda os resultados de um inquérito feito junto dos delegados de eventos internacionais que indica que estes “apreciam grandemente a sensação de segurança, a limpeza, evidenciando também os esforços que fazemos em termos de desenvolvimento sustentável, além da hospitalidade e simpatia dos locais, e dos profissionais que trabalham neste negócio”. Aliada a isso, existe ainda uma forte componente cultural e de animação e por isso muita oferta para turistas de negócios. “Ljubljana sempre foi uma cidade com uma forte componente cultural; tem uma das academias filarmónicas mais antigas da Europa; temos o mais antigo festival de jazz da Europa; temos festivais de verão de grande qualidade”, elenca Tatjana Radovic. No verão há uma série de eventos gratuitos no centro da cidade, o que a deixa cheia de vida e animação.

Ljubljana está também a crescer em reputação no que diz respeito à gastronomia. “Desenvolvemos algumas iniciativas, por exemplo o “Taste Ljubljana”, com o objetivo de recuperar receitas tradicionais; também desenvolvemos o “Ljubljana Breakfast”, que é uma tour ao mercado da cidade para dar a experimentar o verdadeiro pequeno‑almoço local”, refere a responsável do Convention Bureau.

Um dos elementos de mais orgulho para Ljubljana é ser identificada como cidade verde. “Fomos reconhecidos como a Capital Verde Europeia em 2016 e foi muito importante para a visão de sustentabilidade que temos. Temos planos muito ambiciosos. E há uma dedicação forte, até da parte dos locais, que se identificam muito com esta política e visão verde de Ljubljana”, partilha Tatjana Radovic. Ljubljana está presente no Top 100 dos Destinos Sustentáveis, da Global Green Destinations há cinco anos consecutivos, e é esta cidade com personalidade bem vincada que vai receber no segundo semestre de 2021 a presidência da União Europeia.

Principais mercados

Os mercados de proximidade são os prioritários para a cidade, bem como aqueles que usufruem de voos diretos para um dos aeroportos que servem a região. Itália, Alemanha e o Reino Unido figuram entre os mais importantes. Os mercados asiáticos estão também a crescer, embora não haja um grande esforço de promoção. O mercado americano é cada vez mais importante e por vezes figura no top 5 em termos de visitantes de lazer. Atualmente, Ljubljana ocupa o 41º posto no ranking mundial da ICCA (International Congress and Convention Association) e o 24º na Europa.

Cláudia Coutinho de Sousa*

*Viajou a convite da Conventa

Tags: Ljubliana, Eslovénia, Conventa, Destinos

23-07-2020