Empresas

A agência de eventos levou a cabo uma reestruturação global e lançou novos produtos para responder às novas necessidades.

Passados nem cinco meses do lançamento de uma plataforma integrada de streaming, que balanço é possível fazer? Responde o CEO da RXF, Pedro Miguel Ramos.

Situado no coração de Lisboa, em plena Baixa Pombalina, com o Castelo de São Jorge como cenário e a Praça do Rossio a dois passos, o Hotel Mundial é um dos mais emblemáticos hotéis lisboetas, e um venue para celebrar ocasiões especiais, organizar reuniões, conferências ou exposições, com todas as condições de segurança para si e para os seus convidados.

“Queríamos falar sobre os nossos serviços...mas os eventos presenciais praticamente não existem hoje”, começa por destacar Nuno Seleiro, responsável da Asser.biz.

A Shake It, especialista em apps, e a mad4ideas, que desenvolve soluções de gestão para eventos, decidiram integrar por completo as duas plataformas de que dispõem, a eventshake e a eventsolutions.

A provocação da RXF resulta de uma nova plataforma integrada de streaming, lançada a 4 de março, “quando toda esta crise da Covid‑19 estava apenas a começar em Portugal”, recorda Pedro Miguel Ramos, o CEO do Grupo.

A Mainvision é uma empresa especializada em soluções globais de audiovisuais para eventos.

Diogo Assis, o CEO da VOQIN’, orgulha‑se de ter concluído três maratonas (até agora), não por causa do tempo ou da classificação final, mas porque se desafiou a completar uma tarefa que exige um esforço físico e mental substanciais, além de um treino intensivo.

O objetivo é o de premiar todos os anos os melhores portugueses e portuguesas do futebol, futsal e futebol de praia.

De acordo com diversas estimativas, as mulheres representam 80% da indústria de eventos.