Destinos

Um evento na embaixada da Hungria, em parceria com a APAVT e a TAP, no passado mês de setembro, marcou a iniciativa do turismo húngaro em promover-se como destino para lazer e eventos.

O destino, que vai acolher os Jogos Olímpicos de 2024, conta com mais de 180 espaços para reuniões e eventos.

Talvez seja diversidade a palavra que melhor descreve o Uruguai em termos turísticos.

A dois passos do Porto e de Braga, Vila Nova de Famalicão orgulha‑se de deter importantes clusters de negócios, conferindo à cidade um particular potencial para eventos e congressos. A autarquia, atenta ao fenómeno, tem uma estratégia para o setor.

São quase 7 horas de uma manhã de Janeiro e o Pico recusa‑se a dar um ar do seu encanto, uma teimosia aliás que durou toda a permanência na Ilha Azul.

O Turismo da República Dominicana (godominicanrepublic.com) selecionou dez destinos e experiências imperdíveis no país.

No topo do miradouro do 30º andar do Palácio da Ciência e Cultura, no coração de Varsóvia, há uma sensação da confiança da capital da Polónia por estes dias.

É uma das cidades mais visitadas do Vietname e detentora de um património natural de tirar o fôlego.

Quando a 14 de junho arrancar no Rio de Janeiro a Copa América de Futebol, isso significa que nos últimos cinco anos o Brasil recebeu três dos maiores eventos globais: o Campeonato do Mundo, os Jogos Olímpicos e a Copa América.

"Boutique" é certamente a palavra da moda no Bahrein neste momento.