Reportagens

Só falta a música dar vida ao Nos Alive

A 13 ª edição do Nos Alive arranca na próxima quinta-feira, 11 de Julho, mas o recinto que recebe o festival de música, e não só, está quase pronto e foi mostrado aos jornalistas nesta segunda-feira.

O Passeio Marítimo de Algés está preenchido pelo relvado sintético, os stands tomam forma, os equipamentos estão a carregados, ligados e testados para animar as mais de 50 mil pessoas nos três dias de evento.

Segundo Álvaro Covões, organizador do festival, será o melhor festival de sempre, com a parceria da Nos e da Câmara de Oeiras, que acolheu o evento desde sua primeira edição, um facto inédito no mundo dos festivais e grandes eventos em Portugal.

A exemplo dos outros anos, o Nos Alive é ocasião para muitas marcas fazerem ativações com o público, distribuirem brindes e iniciarem relacionamentos a partir da música, da responsabilidade sócio-ambiental e da mobilidade no evento.

eventpoint revista eventos turismo de negócios portugal

Este ano as atrações vão dividir-se entre sete palcos: Nos, Sagres, Comédia, Nos Clubbing, EDP Fado Café, Coreto e o pórtico Nos Alive. Para Rita Torres Baptista, da NOS, este será o primeiro evento 5G do mundo, oferecendo ao público uma experiência verdadeiramente imersiva de entretenimento e velocidade da rede.

Haverá também uma câmara a transmitir os concertos a 360º e um canal exclusivo Nos, disponível na posição 700, que emitirá em direto os melhores concertos do festival, com reportagens e entrevistas dentro do recinto.

A preocupação com a sustentabilidade do evento mantém-se, à semelhança de outras edições. O selo verde, iniciativa do Fundo Ambiental que pretende valorizar e promover a vertente ambiental do festival, está presente na utilização de carros elétricos pela equipa de produção, uso de bicicletas elétricas, produção de mesas com material reciclado e instalação de postos de transformação de alta tensão para baixa tensão. Completam-se com o estímulo ao uso de transporte coletivo e a facilitação de acesso aos portadores de deficiência. Como em anos anteriores, também as grávidas são bem-vindas ao festival.

eventpoint revista eventos turismo de negócios portugal

Comédia e Variações

À semelhança do ano passado, o Nos Alive terá novamente o Palco Comédia que vai dar espaço para o riso e a as artes plásticas. Para ilustrar este cenário foi escolhido Odeith - um renomado artista português com obras espalhadas pelo mundo. No palco, a obra escolhida e desenvolvida pelo artista é a deusa Hahaha, inspirada na cultura egípcia que além de ser berço de civilização, é a cultura que guarda os primeiros registos escritos da comédia. A obra está pintada de forma tridimensional, parecendo que o olhar das figuras acompanham a plateia.

O grupo de jornalistas que visitou os bastidores do Nos Alive nesta segunda feira foi brindado também com uma apresentação surpresa da banda Variações, no EDP Café.

eventpoint revista eventos turismo de negócios portugal

Criada como tributo a um dos artistas mais importantes da história da música nacional, a banda sonora Variações marca a estreia de Sérgio Praia como cantor, ele que interpreta António Variações no filme biográfico a estrear a 22 de agosto.

Oeiras Valley

O presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, também esteve presente no evento para enaltecer a iniciativa da Everything Is New, promotora do Nos Alive, em escolher organizar o evento no Passeio Marítimo de Algés e ficar na freguesia desde sua primeira edição.

Responsável por abrigar cerca de 30% da base tecnológica de Portugal, e desde que o Google escolheu o município para instalar o seu centro de inovação e um ‘hub’ tecnológico para a Europa, Médio Oriente e África, Oeiras pretende ser reconhecida como o ‘Silicon Valley’ português.

eventpoint revista eventos turismo de negócios portugal

Tags: Nos Alive, Festivais, Oeiras

09-07-2019