Reportagens

Nos Alive’19: still dreaming

Mais uma vez o festival Nos Alive não defraudou as expectativas.

Novidades apenas no cartaz, como sempre uma grande aposta da organização. Estruturalmente o evento está praticamente igual aos anos anteriores. Em equipa que ganha, não se mexe. Do lado das ativações das marcas também não encontramos nada de novo. Os temas solidariedade e sustentabilidade continuam presentes na maior parte delas. Por exemplo a EDP, no palco Fado Café, desenvolveu um sistema que, durante os concertos, media os decibéis dos aplausos. Estes foram convertidos em KW de energia que serão aplicados em descontos nas faturas de eletricidade da instituição Obra do Padre Gregório, em Lisboa.

Quem olhou também para o espírito solidário e sustentável, simultaneamente, foi a organização com a introdução dos copos solidários pela primeira vez utilizados no festival. A verba angariada com a utilização dos copos reutilizáveis será para ajudar duas associações de solidariedade social.

Quando a visita a um festival se transforma numa oportunidade de emprego

A Randstad voltou a estar presente no Nos Alive pelo sexto ano consecutivo. A associação ao festival teve como objetivo criar uma relação de proximidade com o público que passou durante os três dias pelo Passeio Marítimo de Algés. “Pretendemos estar junto dos nossos candidatos e clientes naquele que consideramos que é um bom momento – o momento experiência” refere Inês Veloso, diretora de Marketing e Comunicação da Randstad Portugal. Esta proximidade permite à empresa aumentar o número de candidatos a postos de trabalho e, simultaneamente, apresentar as vagas que tem para as mais diversas funções. “No primeiro ano fizemos uma campanha muito específica para captar estrangeiros, precisávamos de pessoas fluentes em várias línguas e conseguimos. O ano passado fizemos angariação direcionada para várias funções especificas e conseguimos mais de 400 candidatos validados. Este ano queremos mais”, acrescenta Inês Veloso. Em Portugal, este é o único festival em que participam por considerarem que é o mais transversal, nacional e internacional.

eventpoint revista eventos turismo de negócios

A activação da marca no recinto teve o selo da Prestígio for Brands. O mote “everyday hero” pretendeu homenagear todos os trabalhadores do país, demonstrando que são as pessoas os verdadeiros heróis das empresas. “E com isso fomos buscar um ambiente de trabalho real e criamos o conceito ‘upside down’, que consiste uma pessoa tirar uma fotografia num escritório virado ao contrário” disse Pedro Santos Costa, responsável da Prestígio for Brands. Foi forma encontrada para comunicar com os jovens presentes no festival e partilhar as oportunidades de trabalho que têm disponíveis.

Uber pela primeira vez Nos Alive

A Uber participou pela primeira vez no Nos Alive. Esta parceria na área da mobilidade aumentou a oferta disponível para os festivaleiros em termos de transportes. A marca deixou o desafio de pedalar até ao recinto nas bicicletas eléctricas JUMP, entre as 16h e as 21h. E quem o fizesse oferecia um desconto de €5 na viagem de regresso num carro Uber. Para além disso, a Uber montou uma área lounge junto da entrada do recinto para dar o apoio necessário aos utilizadores durante os três dias do festival.

As outras marcas

A Fnac levou o jogo Gachapon aos festivaleiros. Um jogo de inspiração japonesa que consistia em colocar uma moeda, rodar a manivela e descobrir o prémio surpresa que vinha dentro da bola. Entre os vários prémios era possível ganhar smartphones, livros, lenços, etc.

As maquilhagens já não são novidade, mas a Oriflame apostou no Beauty Studio da marca, onde era possível fazer maquilhagens gratuitas e ter a possibilidade de realizar um teste para descobrir se a pele estava saudável. No recinto, os festivaleiros ainda foram surpreendidos pela brigada Beauty Stop que andava a aplicar protetor solar.

A Control voltou a marcar presença no festival. Quem participou nas activações desenvolvidas pela marca habilitou-se a ganhar uma série de prémios.

As Farmácias Portuguesas marcam presença pelo quarto ano consecutivo e criaram no seu stand um espaço especial para grávidas. Uma forma de proporcionar às futuras mamãs mais conforto enquanto assistem aos concertos.

Estes são alguns exemplos daquilo que as marcas andaram a fazer durante o festival. Muitos brindes, muitos jogos, muitas experiências mas todas com um único objetivo: estreitar laços com os festivaleiros e desenvolver relações de confiança com todos eles.

As datas da próxima edição já são conhecidas. O festival regressa ao Passeio Marítimo de Algés nos dias 9, 10 e 11 de Julho de 2020. E a primeira grande novidade do cartaz é o reencontro dos Da Weasel. A banda reúne-se para um concerto exclusivo no Nos Alive. 

 

Tags: Nos Alive, Festivais, Oeiras

15-07-2019