Reportagens

Rwanda preparado para os desafios MICE

Uma estrutura em forma de domo, cúpula colorida semelhante ao palácio do rei, o Kigali Convention Center é um marco na paisagem do Rwanda e um equipamento de arquitetura moderna, que reflete a intenção do país se destacar no mercado corporativo dos eventos e reuniões.

Durante a IBTM, realizada em Barcelona, o KCC – Kigali Convention Center chamou atenção com o seu stand reproduzindo a cúpula ícone da cidade e com uma conferência de imprensa onde falou dos objetivos em investir na captação de eventos e dos diferenciais de que dispõe para cumprir este desafio.

Frank Murangwa, director of destination marketing do Rwanda Convention Bureau, afirma que o país é atraente para os organizadores de reuniões pois é politicamente estável e tem tolerância zero com a corrupção. Citou inclusive a classificação em 108º como nação mais competitiva entre 140 países classificados no Relatório do Índice Competitivo Global 2018 e Banco Mundial (DB Report), o que significa para os hóspedes uma garantia de segurança e uma experiência acessível.

O Centro de Convenções de Kigali data de 2016 e além de salas de conferências também conta com uma arena que pode acomodar até 10 mil pessoas. O espaço vai abrigar já em 2020 os jogos da Liga Africana de Basquete da NBA, que conta com 12 equipes de clubes de toda a África. A cidade dispõe também de 3500 quartos na capital, em alojamentos de 2 a 5 estrelas, além de contar com hotelaria internacional de bandeiras como Radisson Blu, Marriott Hotel e Park Inn by Radisson.

Para facilitar o desenvolvimento dos trabalhos de organizadores e clientes no Rwanda, o Convention Bureau oferece consultoria, orientação e apoio para que associações e compradores internacionais de eventos tenham todas as informações e ajuda no processo de planeamento de ações na região.

O Rwanda Convention Bureau é membro da ICCA – International Congress and Convention Association, que destacou no relatório de 2018 que a capital Kigali é o segundo melhor destino para eventos em África, contando com capacidade e infraestrutura necessárias para sediar com sucesso os principais eventos internacionais do mercado MICE.

Leia também: Nos país dos gorilas, os congressos estão a lançar raízes

 

Rose de Almeida

Tags: Rwanda, MICE, IBTM, África

02-12-2019