Radar

NOS Alive foi o festival mais mediático de Julho, segundo a Cision

O NOS Alive foi o festival mais mediático do mês de Julho, de acordo com a Maratona dos Festivais de Verão – Ranking Cision, um estudo da Cision que analisou, entre 1 e 31 de Julho, a evolução do mediatismo comparado dos diversos festivais de música realizados em Portugal. O NOS Alive venceu a ‘maratona’, em Julho, com mais de 32 horas de exposição nas rádios e televisões nacionais e 1.649 notícias onde o evento foi citado.

O segundo lugar da tabela pertence ao Super Bock Super Rock, mencionado em mais de mil artigos e com quase 26 horas de presença na rádio e na televisão, seguido do Meo Marés Vivas que, no terceiro lugar, somou quase 20 horas de tempo de antena na rádio e na televisão, tendo sido citado em 550 notícias.

O ranking apresenta ainda os festivais Rock in Rio, o Sol da Caparica, o EDP Cool Jazz, o Sumol Summer Fest, o Meo Sudoeste, o Vodafone Paredes de Coura, o NOS Primavera Sound, o EDP Vilar de Mouros e o Bons Sons – alguns destes realizaram-se em Junho e outros ainda não se realizaram mas já apareceram na comunicação social.

Em Julho, “ponto alto da temporada de festivais de Verão, os eventos monitorizados pela Cision somaram cerca de seis mil notícias e mais de 100 horas de exposição na televisão e rádio”, lê-se em comunicado da Cision, que calculou o desempenho mediático de cada festival considerando “o número de notícias identificadas, o espaço ou tempo de antena ocupado, as oportunidades de visualização tendo em conta as audiências alcançadas e o valor do espaço editorial contabilizado em função das tabelas de publicidade de cada órgão de comunicação social”.

Tags: Eventos, Festivais, Ranking

13-08-2018