Radar

As medidas sanitárias da Festa do Avante

Para que a Festa do Avante seja vivida de forma segura, o PCP lançou um vídeo onde apresenta as medidas sanitárias que estão a ser tomadas para esta iniciativa, que decorre de 4 a 6 de setembro, na Quinta da Atalaia.

O PCP informa que o recinto conta este ano com 30 hectares, tendo sido aumentado em dez mil metros quadrados, que foram montados apenas três palcos de grande dimensão ao ar livre, que o Auditório 1º de Maio passa a ser ao ar livre, tal como os espaços dedicados ao cinema e ao teatro, que passam a funcionar no exterior.

O uso de máscara vai ser obrigatório em balcões de atendimento, instalações sanitárias, exposições, entre outros; vai haver delimitação de áreas e marcação de corredores e circuitos; os quartos de banho vão ser encerrados temporariamente em horário fixo para desinfeção; os espaços de esplanada vão ser alargados para colocação de mesas e cadeiras com distanciamento; vai ser disponibilizado álcool-gel em vários pontos do recinto; haverá mais portas para evitar cruzamentos em entradas e saídas; entre outras medidas.

 

 

Entretanto, a Direção Geral da Saúde (DGS) anunciou esta segunda-feira o seu parecer técnico sobre o evento. A lotação será de 16.563 pessoas; no palco principal poderão estar apenas duas mil pessoas em simultâneo; e nas esplanadas não podem estar mais de 2.500 pessoas ao mesmo tempo. Entre as recomendações da DGS estão ainda o uso de máscara obrigatório por todos os visitantes (a partir dos 10 anos); a proibição de aglomerações, nomeadamente nas zonas de circulação e de maior afluência; o consumo de bebidas alcoólicas permitido até às 20 horas, no espaço de restauração; entre outras medidas.

O plano de contingência da Festa do Avante pode ser consultado aqui.

 

Tags: Eventos, Segurança, Festa do Avante, Covid-19

31-08-2020