Radar

Um ano depois, a experiência do regresso aos concertos

A 27 de março, o concerto da banda Love of Lesbian juntou em Barcelona cinco mil pessoas, após uma triagem com testes rápidos no mesmo dia. Muita expectativa e curiosidade rodearam este concerto de grande dimensão. Jose Garcia-Aguarod, fundador do Grupo eventoplus, contou a sua experiência num artigo publicado no LinkedIn.

“Cinco mil almas dançam sem distância social no Palau Sant Jordi de Barcelona, na noite de 27 de março de 2021, em plena pandemia. O concerto de Love of Lesbian, no âmbito da iniciativa Festivales por la Cultura Segura, desenrola-se com grande êxito. Será que encontramos um metido seguro para recuperar os grandes eventos de massas sem distância social?”, começa por escrever Jose Garcia-Aguarod.

 

eventpoint eventos events eventoplus concerto musica testes covid19 barcelona

 

A manhã desse sábado estava reservada para a realização dos testes rápidos de antigénio e a hora do teste, às 11h30, tinha sido marcada previamente através da app do concerto. E só com um resultado negativo é que a entrada estava assegurada. Jose Garcia-Aguarod deu negativo à Covid-19 e conseguiu garantir um lugar na sala de espetáculos. De referir que, na altura do teste, foi pedida uma autorização para o acompanhamento clínico de possíveis contágios, após o concerto.

O espetáculo estava marcado para as 19 horas. O fundador do Grupo eventplus chegou ao Palau Sant Jordi meia hora antes e encontrou algumas filas e pontos de controlo: para entrar na esplanada do venue, mostrando o bilhete e o cartão de cidadão; para substituir as máscaras sociais por máscaras FFP2, que são distribuídas no local; para desinfetar as mãos com álcool gel e medir a temperatura; para um novo controlo de identidade; para confirmar com um leitor QR o resultado do teste na aplicação móvel; para a revista das mochilas… Só depois, finalmente, era possível entrar no recinto.

 

eventpoint eventos events eventoplus concerto musica testes covid19 barcelona

 

“O Palau estava dividido em três áreas; cada uma delas com um acesso diferente, o espaço da plateia em frente ao palco, uma zona de bar fora da plateia e áreas de ar livre para fumar. Não se podia entrar na plateia com bebidas. Além disso, a circulação de entrada e saída do espaço estava marada com cartazes e era controlado pelo staff para limitar o cruzamento de pessoas”, contou, lembrando também a expectativa que se vivia naquela noite.

“Creio que tínhamos todos consciência de que estávamos a fazer parte de algo que ainda não tinha sido feito. E Santi Balmes e a sua banda subiram ao palco e recordaram que era uma noite especial, que os olhos do mundo estavam postos em Barcelona nessa noite, que nos devíamos comportar, que ninguém tirava a máscara, mas que iríamos desfrutar de tudo o que podíamos… começava o primeiro grande concerto com público da Europa desde há um ano!”, sublinhou.

 

eventpoint eventos events eventoplus concerto musica testes covid19 barcelona

 

Esta foi uma noite que Jose Garcia-Aguarod vai guardar na memória. “Agora, é preciso esperar que os resultados clínicos dentro de 15 dias nos demonstrem que esta é um caminho possível”, notou o fundador do Grupo eventplus, que escreveu ainda que “talvez a partir de agora – e graças a esta iniciativa – prestem mais atenção à indústria da organização de eventos, que está a tentar com engenho, perícia e muito esforço e vontade, encontrar soluções para poder regressar”.

 

©Jose Garcia-Aguarod

 

Tags: Eventos, Espetáculos, Cultura, Barcelona, Covid-19

05-04-2021