Radar

Whatsupintown quer chegar aos 100 mil utilizadores até ao final do ano

A app foi desenvolvida pela agência de soluções digitais Red Adviser.

Em apenas um mês, cerca de dez mil pessoas descarregaram a Whatsupintown, uma aplicação que permite aos utilizadores estarem atualizados ao minuto sobre concertos, exposições, peças de teatro e outros eventos culturais. A app foi desenvolvida pela Red Adviser, agência de soluções digitais sediada no Porto, que espera chegar aos 100 mil utilizadores no final do ano.

“A entrada no mercado está a correr muito bem e o feedback é muito positivo. Os utilizadores consideram que a app é muito completa, disponibiliza informação útil e é simples e intuitiva de usar. Dizem-nos também que é uma aplicação que fazia falta neste setor e que a sua facilidade em aceder e obter informação pode ser um bom impulsionador para apoiar a cultura e gerar ainda mais público para os eventos”, refere Rita Cunha, diretora executiva da Red Adviser, em nota de imprensa.

Também a adesão por parte dos promotores e produtores de eventos e espetáculos está a correr “de feição”, segundo a Red Adviser, sobretudo com o avançar do desconfinamento e com a ‘folga’ nas medidas restritivas de combate à pandemia. “Nas duas últimas semanas, e apesar do período de férias, temos vindo a receber inúmeros pedidos de adesão de organizadores e até de artistas individuais, que consideram a app uma mais-valia para divulgarem as suas iniciativas e, assim, chegarem de forma rápida aos seus públicos”, acrescenta Ana Santos, diretora de produto da plataforma.

Além da versão mobile, a Whatsupintown conta com uma versão web (www.whatsupintown.com), onde os parceiros podem introduzir e alterar os dados dos seus eventos.

A aplicação, que é gratuita para utilizadores e para parceiros, pretende contribuir para a retoma do setor da cultura que foi fortemente afetado pela pandemia. A app está disponível na Google Play e na Apple Store.

 

Tags: Eventos, Cultura, Tecnologia, Serviços, App, Red Adviser

01-09-2021