Formação

Consultório de protocolo: inscrições gratuitas

As especialistas em protocolo e imagem, Cristina Fernandes e Susana Casanova, respondem às perguntas colocadas pelos leitores da Event Point. Envie também as suas dúvidas para info@eventpointinternational.com.

Em vários eventos que organizamos as inscrições são gratuitas, mas obrigatórias. O que acontece normalmente é que nem metade dos inscritos aparece. O que fazer nestas situações?

Esta questão, muito pertinente, esta em nossa opinião relacionada com a comunicação do evento; a não comparência, naturalmente, condiciona o trabalho da equipa protocolar e gera muitos custos desnecessários. No imediato, só resta uma opção: tentar que o público que compareceu tenha a melhor experiência possível. E necessário ter um “plano b” de ocupação de lugares e fazer os ajustes necessários com vista a evitar passar uma imagem de espaço vazio ou de desorganização. Consideramos que tal facto acontece porque o público tem uma enorme oferta, não só física como digital, de abrangência nacional e internacional. A concorrência é vasta e neste campo, além de se tentar sempre organizar melhor, ter um programa mais atrativo, ter melhores oradores, ter mais criatividade, criar mais impacto… as dificuldades de atração de publico subsistem. A isto acresce o facto dos profissionais terem agendas muito dinâmicas (os compromissos desmarcam‑se e remarcam‑se com a maior facilidade). Deixamos uma sugestão: a entidade organizadora poderá tentar perceber junto dos inscritos porque não participaram enviando, logo após o evento, um breve inquérito com uma pergunta, cuja resposta seja rápida e simples (preferencialmente de escolha múltipla) sobre a sua não comparência. Talvez a análise dos dados possa dar uma visão mais clara da opção efetuada pelos não participantes.

Tags: Consultório Protocolo, Inscrições, Comunicação

26-12-2019