Notícias

Porto sobe 11 lugares no ranking mundial da ICCA

A cidade do Porto ocupa a 31ª posição do ranking da ICCA, tendo sido o destino que mais cresceu no 'top 50'.

O Porto subiu 11 lugares no ranking mundial da ICCA – International Congress and Convention Association, ocupando agora a 31ª posição. Na lista que apresenta as cidades mais procuradas para a realização de congressos, conferências, reuniões e eventos internacionais, a cidade Invicta registou a maior subida de sempre, tendo sido o destino que mais cresceu no ‘Top 50’.

Com esta subida, o Porto ficou à frente de cidades como Nova Iorque, Rio de Janeiro, Dubai e Milão, estando mesmo entre as 20 cidades europeias mais procuradas. Além disso, Porto e Barcelona são as únicas cidades que não são capital do seu país a figurar na lista dos 50 destinos mais solicitados.

“Estes dados demonstram que o reforço da aposta no sector do turismo de negócios se tem revelado extremamente assertivo e que o Porto, que sempre foi um destino autêntico e tradicional, é hoje também percepcionado como uma cidade cosmopolita, com elevados níveis de empreendedorismo e inovação, o que é valorizado pelos decisores na hora de escolherem um destino para os seus eventos de negócios"”, refere Filipe Guimarães, director executivo da Associação de Turismo do Porto (ATP).

O responsável acrescenta que este resultado “está também relacionado com a importância que a comunidade científica – como as universidades, os hospitais, as ordens profissionais, as sociedades médicas e as associações da área das ciências – representa, assim como com o forte ‘hub’ digital que se tem vindo a assumir na Área Metropolitana do Porto”.

 

Novos ‘venues’  na cidade

Este é mais um incentivo para o crescimento do sector do turismo de negócios na cidade e os resultados vêm “consolidar o Porto como destino MICE, mostrando todo o seu potencial como uma cidade de negócios”, conforme lembrou Sandra Lorenz, directora da promoção externa da ATP. “Temos privilegiado a captação de grandes eventos internacionais da meeting industry para a região, por trazerem ao destino visitantes que aportam mais valor à cadeia de turismo e por, simultaneamente, este turismo combater a sazonalidade, uma vez que a maioria destes eventos decorrem de Outubro a Março”, adianta a responsável.

Sandra Lorenz refere ainda que o Porto vai contar com novos ‘venues’ para negócios, como o Palácio de Cristal. Novos espaços que vão aumentar “a capacidade hoteleira, com mais alojamento e salas de reuniões, ferramentas importantes que nos irão permitir captar mais e melhores eventos para a região Porto e Norte”.

Conheça os dados divulgados pela ICCA aqui.

 

© Porto.pt

Tags: Ranking, ICCA, Eventos

08-05-2017