Notícias

Expanding Group produz Festival da Comida Continente

O Festival da Comida Continente vai realizar-se no Parque da Cidade do Porto, nos dias 1 e 2 de Julho.

Experiências gastronómicas com chefes de renome, concertos, workshops, showcookings, mercado de vinhos, queijos, enchidos e azeites fazem parte do cardápio do Festival da Comida Continente, apresentado hoje, 7 de Junho, no Soundwich, no Parque da Cidade do Porto.

O evento é mais uma incursão do Continente nos territórios da música e da comida, e é uma evolução da Festa do Continente, que se realizou no mesmo espaço o ano passado. Passa ainda de um para dois dias e intensifica a aposta na componente da música, com um cartaz de artistas nacionais, nomeadamente Tony Carreira, Ana Moura, Dengaz, D.A.M.A, Pedro Abrunhosa e Xana Toc Toc. Mas não serão estes os únicos artistas presentes. Alguns chefes foram convidados a estar no evento em sessões de live cooking. A saber: Hélio Loureiro, Juan Perret, Justa Nobre, Kiko Martins, Manuel Almeida, Marlene Vieira e Miguel Gameiro.

O conceito deste Festival de Comida Continente tem também como eixo dar palco a algumas das principais tendências em termos de alimentação, nomeadamente a alimentação saudável, as comidas do mundo e as cervejas artesanais.

De entrada livre, o Festival é dirigido às famílias de uma forma geral. As crianças terão um espaço reservado, com insufláveis, jogos tradicionais e animadores. De acordo com Tiago Simões, director de Marketing do Continente, “O Festival da Comida Continente é um evento de celebração da comida, para toda a família, como geradora de experiências e motivadora de momentos de convívio. A nossa expectativa é que as famílias portuguesas possam viver este Festival por inteiro e desfrutar de todas as experiências que vamos proporcionar.”

A Expanding Group, liderada por Manuel Vaz, vai ser a empresa responsável pelo evento. Em conversa com a Event Point, o responsável partilhou os principais desafios deste projecto. “A escala, e a combinação da tipologia de oferta” do evento são os primeiros elencados. “Trata-se de uma mega-produção musical, mas ao mesmo tempo é uma mega-produção de gastronomia, com tudo o que hoje é exigido ao nível regulamentar”, refere Manuel Vaz, lembrando ainda o plano de segurança que tem que estar considerado. O facto de o espaço usualmente não receber eventos exige também uma logística que é preciso ser instalada. “É um espaço sensível, a natureza tem que ser preservada, e temos de ter uma lógica de reduzir os impactos que podemos causar”, sublinha o líder da Expanding Group que conta que no ano passado foram pioneiros em Portugal, no que aos eventos diz respeito, com a aplicação da ISO 20121 na Festa Continente. Este ano o padrão será o mesmo. Com uma vasta experiência a trabalhar com esta marca, Manuel Vaz destaca a importância do “compromisso de um equilíbrio daquilo que é exequível e daquilo que a marca quer alcançar, mas existe uma construção conjunta entre o conceito e a entrega”. “Temos essa vantagem, enquanto produtores, e felicidade, ao mesmo tempo, de poder ter assim um cliente”, realça o responsável de uma equipa de 28 pessoas que há seis meses prepara em permanência o evento.  



O Festival da Comida Continente vai realizar-se no Parque da Cidade do Porto, nos dias 1 e 2 de Julho. 

Tags: Eventos, Festival

07-06-2017