Notícias

Falência da Monarch Airlines deixa milhares de passageiros sem voos

A companhia aérea britânica anunciou falência e suspendeu os voos, deixando mais de 110 passageiros sem voo de regresso a casa.

A Monarch Airlines anunciou falência, suspendeu os voos desta segunda-feira, deixando milhares de passageiros em terra. De acordo com a agência Reuters, a companhia britânica já cancelou cerca de 750 mil reservas e, adianta, o Governo britânico já está a tratar do repatriamento dos que ficaram sem voo de regresso a casa.

“Esta é uma situação sem precedentes. E porque mais de 110 mil passageiros estão no exterior, o Governo do Reino Unido pediu à CAA para coordenar os voos de regresso ao Reino Unido para todos os clientes da Monarch que estão fora do país. Estes novos voos não vão ter custos extra”, informa a Autoridade de Aviação Civil.

O presidente executivo da Monarch Airlines, Andrew Swaffield, enviou uma mensagem aos trabalhadores da companhia sedeada em Londres, onde lamenta a situação. “Lamento muito que milhares de pessoas enfrentem agora o cancelamento das suas férias ou viagens, possíveis atrasos no regresso a casa e o enorme incómodo, como resultado do nosso fracasso”, referiu, acrescentando: “Lamento muito que isto tenha terminado assim.”

De acordo com a Reuters, o colapso deve-se à “intensa competição” de voos para destinos de férias em Espanha e Portugal. “A Monarch foi mesmo uma vítima da guerra de preços no Mediterrâneo”, afirmou o secretário dos Transportes, Chris Grayling, à Sky News, citado pela Reuters.

Tags: Aviação, Viagens

02-10-2017