Notícias

Sustentabilidade e custos de contexto em análise no Congresso da APECATE

Entre os temas em análise no 7º Congresso da APECATE – Associação Portuguesa das Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos vão estar a sustentabilidade e os custos de contexto. O congresso vai decorrer de 30 de Janeiro a 2 de Fevereiro, na cidade da Horta, ilha do Faial, e as inscrições já estão abertas.

“A sustentabilidade é uma causa planetária e, quer o cumprimento de regras que implica, quer a mudança de hábitos a que está a obrigar, representam objectivos que valem por si. Mas – e este aspeto é muito importante porque beneficia a própria causa – tem, cada vez mais, um valor económico directo incalculável para quem trabalha em Turismo. Não só estes recursos são um factor diferenciador da oferta nacional, como os clientes que mais nos interessam consideram, nos seus critérios de escolha, a forma como os agentes económicos e os próprios destinos investem na sustentabilidade”, afirma António Marques Vidal, presidente da APECATE.

A sustentabilidade vai estar em análise no primeiro painel do congresso, “Desafios do crescimento: qualificar destinos e produtos”, sendo a responsabilidade do turismo na sustentabilidade dos recursos naturais e patrimoniais uma das grandes preocupações da APECATE. O painel vai contar com as intervenções de António Ceia da Silva, presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo, e de um representante da Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo dos Açores – dois destinos em vias de certificação ambiental: certificação Biosphere para os Açores e certificação Global Sustainable Tourism para os Açores.

O primeiro painel termina com a intervenção de Olga Romão, do Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente, “sobre um projecto inovador da Sustenturis, assente em parcerias de que a APECATE faz parte, e que tem como objectivo a gestão sustentável dos programas turísticos, através de uma aplicação mobile que permite, em tempo real, canalizar o turista para percursos e lugares sem cargas excessivas, logo sem filas intermináveis de espera”, explica a associação.

O terceiro painel, intitulado “Legislação laboral e custos de contexto”, vai contar com a participação de Paula Vieira, da ACT – Autoridade para as Condições de Trabalho, e de Francisco Sá Nogueira, que vai abordar os custos de contexto. Nesta sessão, vão ser partilhadas informações sobre o Código de Trabalho e as suas potencialidades, no que respeita à flexibilidade, e também sobre os custos de contexto para quem opera nesta área.

Informações e inscrições em www.apecate.pt.

Tags: Eventos, Congressos, Animação Turística, APECATE

09-01-2019