Notícias

Setor dos casamentos quer voltar a operar em abril

O MESC apresenta uma proposta para a realização de casamentos seguros.

O Movimento de Empresas do Setor do Casamento (MESC) quer que o setor volte a operar em abril e, em comunicado, apresenta uma proposta para a realização de casamentos seguros, que está assente em quatro pilares: testagem, identificação, comunicação e isolamento de indivíduos infetados.

O MESC indica a realização de um teste rápido, a demonstração de teste negativo a menos de 72 ou 24 horas (conforme o teste efetuado), ou uma prova de imunidade, como requisito para a realização do casamento. “A identificação de um indivíduo infetado, impedi-lo-á de aceder ao casamento, evitando assim que possa ser transmissor para os outros convidados e funcionários do evento”, explica o movimento.

A recolha dos contactos dos convidados, por parte do local onde se realiza o evento, é outro dos requisitos, para que estes possam ser comunicados à Direção Geral da Saúde, no sentido de proporcionar uma ação rápida na eventualidade de um surto. “Estas soluções apresentadas vão permitir resolver de uma forma efetiva o isolamento de indivíduos infetados e de todos aqueles que estiveram em contacto. Este tem sido um dos grandes problemas no controlo da pandemia”, acrescenta a nota de imprensa.

Lembrando que o período de paragem “é já extremamente longo”, o MESC frisa que “todo o setor pretende começar a operar a partir de abril” e que o movimento não quer “fazer parte do problema, mas sim da solução”. Sublinha que a proposta que apresenta vai contribuir “para um aumento de testagem e para um maior conhecimento da realidade epidemiológica nacional” – podendo “colaborar com o Estado na testagem de mais de 450 pessoas”, tendo em conta o número de pessoas envolvidas nos eventos. Desta forma, adianta ainda o MESC, o setor será um motor importante “de retoma da nossa saúde, física e mental, bem como da nossa economia e sociedade”.

 

©BragaNoivos

 

Tags: Eventos, Casamentos, Retoma, Covid-19

22-02-2021

Últimas Notícias