Notícias

Ryanair abre base no aeroporto da Madeira e lança dez novas rotas

A companhia aérea anunciou a abertura da quinta base em Portugal.

A Ryanair vai abrir uma nova base no aeroporto da Madeira, a quinta base da companhia aérea em Portugal, de onde vão sair dez novas rotas, com destino a Bruxelas Charleroi, Dublin, Lisboa, Londres Stansted, Manchester, Marselha, Milão Bergamo, Nuremberga, Paris Beauvais e Porto. Com um investimento de 200 milhões de dólares (perto de 180 milhões de euros), a nova base vai contar com duas aeronaves e 40 voos semanais em dez novas rotas no verão de 2022, e vai criar 60 novos postos de trabalho diretos.

“Temos o prazer de anunciar a abertura da nossa nova base na Madeira, que irá proporcionar a conexão com dez novos destinos, através de duas aeronaves e 40 voos semanais, ligando a Madeira a cidades como Londres, Paris, Dublin, Milão e Manchester, durante todo o ano. Este investimento de 200$m não só impulsionará a economia de Portugal, ao contribuir para o crescimento do turismo regional, como também criará mais de 60 postos de trabalho diretos na região e mais de 400 postos de trabalhos indiretos no local na Madeira”, anuncia Eddie Wilson, CEO da Ryanair, adiantando que a companhia aéreavai ainda “operar 160 rotas portuguesas no próximo verão (mais do dobro da TAP), para 15 países, fazendo da Ryanair a companhia aérea nº 1 de eleição, tarifas e desempenho de tempo”.

O responsável frisa que “operações eficientes e taxas aeroportuárias competitivas constituem a base a partir da qual a Ryanair pode proporcionar um crescimento do tráfego a longo prazo e uma maior conectividade” e refere que a companhia aérea trabalhou de perto com parceiros no aeroporto da Madeira, Turismo de Portugal e APM (Associação de Promoção da Madeira), “para assegurar este crescimento e melhorar os serviços daqueles que vivem, trabalham, ou desejam visitar a região”.

 

eventpoint turismo tourism viagens travel aviacao ryanair madeira airports

Eddie Wilson, CEO da Ryanair

 

Em comunicado, Eddie Wilson acrescenta: “Numa altura em que é possível verificar outras companhias aéreas a reduzirem as suas frotas e a fecharem bases, estamos felizes por continuar a investir tanto nas nossas equipas, como nos aeroportos em Portugal. Incentivamos o Governo português a fazer o mesmo, com a abertura do novo aeroporto Lisboa-Montijo, eliminando o imposto de aviação inoportuno (que é um imposto direto sobre o turismo) e introduzindo um esquema de recuperação de tráfego não discriminatório. Tudo isto poderia ser facilmente financiado com os 3,2€bn de ajuda estatal desperdiçada, concedida à TAP, a pequena companhia aérea 'zombie', pelo Governo português.”

Por seu lado, Thierry Ligonnière, CEO dos aeroportos ANA/Vinci, considera que o anúncio da abertura da base da Ryanair na Madeira para o verão de 2022 uma “excelente notícia” para a região autónoma. “Esta base é o resultado de uma parceria com a Ryanair, a Associação de Promoção Turística da Madeira e a direção do Turismo de Portugal. Para além de reforçar a parceria existente entre a Vinci e a Ryanair, esta base permitirá, através da abertura de cinco novas rotas em 2022, um aumento significativo da conectividade da Madeira, impulsionando a diversificação dos mercados turísticos, tão importante para a recuperação e crescimento do turismo na região”, sublinha.

 

Tags: Turismo, Viagens, Destinos, Ryanair, Madeira

24-11-2021

Últimas Notícias