Destinos

Ha Long, uma preciosidade também para o turismo de negócios

É uma das cidades mais visitadas do Vietname e detentora de um património natural de tirar o fôlego.

Mas Ha Long não atrai só turismo de lazer, tendo estruturas e condições para chamar a si cada vez mais o turismo de negócios.

Conta a lenda que a mãe dragão e os seus filhos foram enviados para proteger o país dos invasores estrangeiros e que eles cuspiram joias e pérolas que se transformaram em ilhotas, trazendo a vitória. Diz‑se mesmo que Ha Long quer dizer “descendente de dragão”. Essas pequenas preciosidades lançadas ao mar são reconhecidas pela UNESCO como Património Natural da Humanidade. O conjunto de ilhas na baía de Ha Long, os grandes recortes que rasgam o mar com uma geomorfologia singular, são o grande atrativo daquela região do Vietname, seja para quem a visita em lazer ou em negócios.

Durante o passeio de barco, atividade obrigatória, não é de estranhar os suspiros profundos e as máquinas fotográficas em punho, numa quase procissão divina. Não bastasse a beleza natural das ilhas, algumas delas têm grutas, onde os recortes se acentuam e onde é possível aprofundar o conhecimento sobre este fenómeno natural. Sung Sot, Thien Cung e Dau Go são algumas das grutas a visitar.

eventpoint eventos turismo de negócios portugal

Este é um dos cartões‑de‑visita da região e do país. E, embora os visitantes cheguem essencialmente por ar e terra, são muitos os que entram pela via marítima em Ha Long City, capital da província de Quang Ninh. E pelo caminho ficam as 1969 ilhas que enfeitam o mar até lá chegar.

Em terra, Ha Long apresenta templos, como o Loi Am Pagoda, Tranc Quoc Nghien Temple ou Long Tien Pagoda, este erguido no sopé da Bai Tho Mountain, que é também uma das atrações locais. Um dos mais importantes centros espirituais da região fica situado a cerca de uma hora de viagem do centro da cidade. Na Yen Tu Mountain é possível apreciar templos, o mosteiro, torres e árvores antigas, numa comunhão espiritual com a natureza.

Passear de barco, descobrir as vilas piscatórias flutuantes, conhecer melhor a atividade da apanha da pérola, andar na roda gigante que não passa despercebida junto à ponte que liga os dois lados da cidade ou experimentar os parques temáticos, visitar o mercado local, reconhecer cheiros e sabores são algumas das muitas coisas a fazer em Ha Long. Também visitar o Quang Ninh Museum, que reúne mais de 30 mil documentos originais e artefactos arqueológicos, geológicos e culturais da província, num encontro com a história, com a cultura e até com a natureza, dadas as vistas privilegiadas para a baía. Mesmo para quem está em Ha Long em negócios o tempo pode ser aproveitado para mergulhar numa das cidades mais visitadas do Vietname.

eventpoint eventos turismo de negócios portugal

Turismo em crescimento contínuo

Tal como as rochas que se erguem no mar, crescem em terra inúmeros empreendimentos. No início do ano, faziam‑se notar edifícios em construção um pouco por toda a cidade. Mais casas para habitação e mais hotéis, espaços para acolher mais visitantes.

Sendo o turismo uma das maiores fontes de receita da região, há que criar mais condições de acolhimento. Não que não exista já bastante oferta hoteleira, mas o número de chegadas internacionais ao país, e consequentemente a Ha Long, aumenta a olhos vistos. Aliás, entre as nações que compõem a ASEAN – Association of SouthEast Asian Nations, o Vietname foi o país que no ano passado registou o maior aumento no número de chegadas internacionais (15,497.791 visitantes), um aumento de cerca de 20% em relação ao ano anterior.

São turistas que procuram as praias, a cultura, a natureza e o contacto com o modo de vida vietnamita. Este é um destino popular no continente asiático, de onde chega o maior número de turistas (12,075.466). A proximidade com a China faz com que este seja o principal mercado de visitas internacionais em 2018, com quase cinco milhões de visitantes, seguida da Coreia do Sul, com perto de 3,5 milhões. Da Europa chegaram 2,037.915 turistas, das Américas 903.830, da Oceânia 437.819 e de África 42.761.

A tendência de crescimento tem‑se estendido em 2019 e em janeiro e fevereiro as contas indicavam já a chegada de mais de três milhões de pessoas ao país (3,089.927), mais 8% do que no mesmo período do ano passado. E chegam por vários meios, mas a maioria chega de avião. A província de Quang Ninh é servida pelo Noi Bai International Airport, em Hanói, o Cat Bi International Airport e o recentemente inaugurado Van Don International Airport.

Tem sido feito um forte investimento em infraestruturas e transportes e um grande esforço para a captação de investidores, embora sem descurar a conservação e proteção do património natural.

eventpoint eventos turismo de negócios portugal

Cidade com condições para a meetings industry

Ha Long tem um espaço privilegiado para a meetings industry, o Quang Ninh Exhibition of Planning, Culture and Expo Center. É um centro de congressos composto por dois edifícios que se complementam, um com a forma de molusco e outro com a forma de golfinho, com 21 mil metros quadrados, equipados com tecnologia de ponta e localizados junto ao mar. Contam com espaços para eventos, conferências, seminários e feiras.

Foi lá que decorreu o ATF Travex 2019, a feira expositiva do ASEAN Tourism Forum, que juntou em janeiro profissionais do setor do turismo oriundos de todo o mundo. Já os encontros entre os ministros das nações do sudeste asiático e as galas de abertura e encerramento do ATF tiveram lugar no FLC Halong Bay Golf & Luxury Resort, um complexo cinco estrelas com vistas deslumbrantes e com um centro de congressos preparado para diversos tipos de eventos.

Wyndham Legend, Vinpearl Ha Long, Muong Thanh Quang Ninh, Novotel Halong Bay, Saigon Ha Long, Grand Ha Long, Royal Lotus e Ha Long Pearl são outros hotéis na cidade com espaços dedicados a este segmento e com serviços relacionados. E possível é também levar os negócios para a água, uma vez que muitos dos barcos que cruzam a baía contam com espaços para reuniões e eventos. Estruturas e condições para o turismo de negócios existem. Tendo em conta a beleza natural da região, os viajantes de negócios só necessitam de levar concentração. E a máquina fotográfica.

Maria João Leite*

*Viajou para o Vietname a convite do ATF

Tags: Ha Long, ATF

06-06-2019