Destinos

Varsóvia emerge como o principal evento na Europa Central e Oriental

No topo do miradouro do 30º andar do Palácio da Ciência e Cultura, no coração de Varsóvia, há uma sensação da confiança da capital da Polónia por estes dias.

Arranha-céus dramáticos de estilo Manhattan, projetados pelos principais arquitetos, agrupam-se na direção do aeroporto, com muitos mais planeados para construir.

Além disso, a visão regular de aeronaves que se aproximam do Aeroporto Internacional Chopin, mostrava sua proximidade com o centro da cidade. Em 2017, as chegadas de passageiros aos aeroportos polacos aumentaram 17% em relação a 2016. As novas chegadas de voos, desde janeiro de 2019, incluem os 12 novos serviços semanais da LOT Polish Airlines do London City Airport, um elo físico e metafórico entre os corações financeiros de duas importantes capitais europeias.

Essa confiança traduziu-se em desempenho, com a Polónia a ser promovida ao grupo de países desenvolvidos no FTSE Russell Index em 2018. De acordo com a ICCA, o número de eventos realizados em Varsóvia aumentou mais de duas vezes (144%) entre 2007 e 2017. Ao que se juntaram novas instalações importantes para exposições e congressos nos últimos anos para atender à demanda e impulsionar um setor em rápido crescimento.

O Palácio da Ciência e Cultura foi construído em 1955, por iniciativa de Joseph Stalin como um "presente do povo soviético para os polacos". Em Varsóvia diz-se que "a melhor vista da cidade é a partir do topo do palácio, já que não se vê o próprio edifício", memória da era comunista. Dito isto, o monumento é um vasto complexo multi-camadas, que inclui quatro teatros, um cinema multiplex, três museus, quatro universidades, uma escola de dança e uma sala de congressos, que em breve será reaberta após renovações. Há 10.000 m² de espaço para exposições e capacidade para congressos e conferências para até 4.000 participantes e o palácio sediará a próxima edição da DentExpo em 2020.

eventpoint revista eventos turismo de negócios mice portugal

Outra super estrutura à vista, situada do outro lado do rio Vístula, no distrito de Praga, era o estádio nacional "PGE Narodowy", em forma de coroa, conhecido como "ninho" vermelho e branco. Inaugurado nas vésperas do Euro 2012 como o local central dos campeonatos de futebol, esta arena arquitetonicamente refinada e multifuncional tem a capacidade de sediar eventos globais com um centro de conferências de última geração e 22.000 m² de espaço para exposições.

Eventos da PGE Narodowy incluem uma regata de windsurf, seguida de um show de corrida de carros com poucos dias de intervalo. Os Rolling Stones atuaram lá, enquanto a Change Conference da ONU de 2014 e a Cimeira da NATO de 2016 usaram o estádio. Existem planos em andamento para criar uma sala de concertos, centro de congressos e hotéis ao redor do estádio, todos contribuindo para a regeneração dos distritos de Praga.

A localização de Praga, na margem direita do rio Vístula, ajudou-a a escapar da destruição testemunhada no centro da cidade durante a Segunda Guerra Mundial. O bairro hipster é popular para passeios de incentivo pré e pós-evento, que mergulham no lado mais alternativo da tumultuada história de Varsóvia. As excursões podem ser organizadas numa frota de 10 históricas carrinhas Nysa 522 da era comunista (7 pessoas por carrinha) e 5 autocarros retro (34-48 por autocarro), com passagem pelo Neon Muzeum, que preserva sinais que dantes iluminavam a capital e instilou a confiança do pós-guerra através da campanha 'grande neonização'. Além disso, o Polish Vodka Museum, cujas exibições multimédia contam a história de 500 anos da Vodka polaca. A antiga destilaria Koneser Vodka, datada de 1897, juntamente com os edifícios adjacentes, pode oferecer espaços consideráveis para eventos MICE.

eventpoint revista eventos turismo de negócios mice portugal

Com os pés firmemente apoiados na calçada de Varsóvia, observadores citaram que o setor de exposições e feiras está a atuar como um fator-chave para a economia e um meio de melhorar o perfil internacional da cidade. Davide Odella, diretor de vendas da EXPO XXI Varsóvia, um venue fundamental com quase 20 anos de experiência e 3000 eventos, afirmou que “atualmente há uma clara tendência e crescimento nos eventos b2c e novos eventos setoriais de comércio eletrónico b2b” .

Robert Zapulski, diretor do Festival de Marketing e Festival de Impressão, que acontecerá em setembro de 2019, afirma que “o mais importante para os nossos visitantes é o programa da feira, localização, conforto e experiência do organizador. Acreditamos que a EXPO XXI Varsóvia ainda é o melhor lugar para feiras b2b”.

A EXPO XXI tem agora alguns novos espaços para enfrentar; o Ptak Warsaw Expo International Exhibition & Congress Centre foi inaugurado em 2015 e recentemente ficou em primeiro lugar na Polónia e 19º na Europa, em relação ao espaço total do local, pela Associação Global da Indústria de Exposições (UFI). Na verdade, Ptak é o maior centro de exposições em toda a Europa Central e Oriental, oferecendo seis salas com um espaço combinado de 143.000 metros quadrados. O tamanho e a magnitude da instalação oferecem espaço para eventos B2B e B2C se entrelaçarem e florescerem. Exemplos disso incluem o Salão do Automóvel de Varsóvia, o Go Active e a Semana da Indústria de Varsóvia: “A Ptak Warsaw Expo é a maior organizadora de quase 30 eventos internos e desenvolve todos eles, já que crescem mais de 30% ao ano. A Ptak ainda é uma organização muito jovem, mas a estabelecer uma reputação de primeira classe como grande organizadora e venue de feiras”, declarou Zaneta Berus, CEO da In21Win e conselheira da Ptak Warsaw.

eventpoint revista eventos turismo de negócios mice portugal

A abertura mais recente da cidade foi em 2018, com a feira de comércio e centro de congressos "Global Expo", que inclui a maior sala de conferências e banquetes de 2015sqm, construída no local da antiga fábrica de carros da FSO, a Global Expo incorpora design pós-industrial com tecnologia de inovação.

Odella saúda essas novas adições ao cenário do local de exposição: “a competição é saudável para ajudar a continuar a melhorar os nossos negócios. No entanto, somos o único local em Varsóvia com uma longa experiência na gestão de espetáculos, exposições, produções cinematográficas, congressos, conferências, concertos e o Centro de Comunicação no EURO 2012. Recebemos recentemente o Congresso Europeu de Psiquiatria, com números record na história das Associações”.

Zapulski acrescentou que “o mercado MICE de Varsóvia está a crescer muito rápido. Percebemos que os visitantes gostam de uma combinação de feiras tradicionais e networking. A comunicação face a face ainda é muito importante e estamos a pensar em projetar novas feiras e pequenas conferências para públicos específicos”.

Novos venues atraíram novas exposições, criando uma demanda maior por alojamento, especialmente no antigo distrito de fábrica de Mokotów / Sluzewiec. A área é um símbolo da internacionalização, sede de empresas globais, redes de hotéis e apartamentos residenciais, todos nas proximidades do Aeroporto Internacional de Chopin.

Tipificando este novo cenário está o elegante hotel de negócios Vienna House Mokotów, com 164 quartos e 180m2 de espaço para reuniões, projetado com base em tendências millenial para incorporar WIFI de velocidade super alta, lobby em plano aberto, bar, restaurante e mesas de co-working, todos fomentando a criatividade. O Vienna House Hotel Group tem cinco outras propriedades espalhadas pela Polónia, com mais na calha.

Poland’s capital is the master of reinvention and the Exhibition industry’s investments, facilities and major wins, have provided a good barometer to the health of Warsaw’s present and future. EXPO XXI, Ptak and Global Expo are defining Warsaw’s global presence for major event organisers, but are part of a much wider ecosystem within the city’s MICE portfolio, that are neatly aligning with a new found cultural dynamism and competitive pricing. These vital ingredients are positioning Warsaw as the CEE’s business and tech hub.

A capital da Polónia é mestre na sua reinvenção e os investimentos, instalações e grandes vitórias do setor de exposições foram um bom barómetro da saúde do presente e do futuro de Varsóvia. A EXPO XXI, a Ptak e a Global Expo definem a presença global de Varsóvia enquanto grande organizadora de eventos, mas fazem parte de um ecossistema muito mais amplo no portfólio MICE da cidade, alinhando-se perfeitamente a um novo dinamismo cultural e a preços competitivos. Estes ingredientes vitais posicionam Varsóvia como o centro de negócios e tecnologia da Europa Central e Oriental.

 

Por Ramy Salameh*

*Hospedou-se no The Vienna House Mokotow e viajou com a cortesia da LOT Polish Airlines. 

Tags: Varsóvia, Polónia, MICE

21-06-2019