Destinos

Bulgária: um destino que quer atrair portugueses

A Bulgária quer reforçar a sua posição enquanto destino de eventos. Teodora Jilkova, CEO do Bulgarian Convention Bureau, diz que o país quer chegar a novos mercados e Portugal é um deles.

A presença na Conventa, que decorreu em agosto em Ljubljana, na Eslovénia, foi mais um passo para consolidar a Bulgária como um destino de eventos na região dos Balcãs, mas o país olha agora para novos mercados, diferentes daqueles com que, por proximidade geográfica, se costumava relacionar.

 

eventpoint eventos events destinos destination meetingsindustry bulgaria

 

Sendo a Conventa um evento bastante vocacionado para a região da “Nova Europa”, a presença do Bulgarian Convention Bureau é, mais do que natural, quase óbvia. Aos olhos dos portugueses, porém, poderá ser difícil relacionar diretamente este país com o setor dos eventos. Afinal, o que pode a Bulgária oferecer a uma empresa ou organizador português?

Lançado o desafio, Teodora Jilkova, CEO Bulgarian Convention Bureau, acedeu a falar de forma entusiástica de um destino que quer afirmar-se como uma escolha natural para quem está na parte mais ocidental da Europa.

 

eventpoint eventos events destinos destination meetingsindustry bulgaria

 

As opções são muitas, diz a responsável, assegurando que o país pode dar respostas a várias necessidades. Lembra que a oferta hoteleira no segmento premium foi aumentada nos últimos anos, apontando como exemplo o Millennium ou o Intercontinental, locais com todas as condições para receber eventos internacionais.

 

Sófia: diferentes experiências a curtas distâncias

“Em Sófia temos também o National Palace of Culture, que é o maior centro de conferências dos Balcãs, mas também o Expo Center. Tudo depende se pretendem um local propositadamente construído para receber eventos ou se quer um hotel, para ter outro tipo de experiência”, explica.

 

eventpoint eventos events destinos destination meetingsindustry bulgaria

 

E (boas) experiências parecem não faltar numa das cidades mais antigas da Europa: “Sendo a capital, pode estar centro da cidade, onde está o National Palace of Culture, e em 25 minutos chegar ao topo de uma montanha, porque um dos nossos parques nacionais, o Mount Vitosha, fica muito perto. Por isso é muito fácil sentir o destino”, revela Teodora Jilkova.

“Outro ponto favorável são os transportes, porque do aeroporto ao centro da cidade são cerca de 10 quilómetros de distância, o que é importante para poupar tempo quando, por exemplo, se participa num congresso. É muito rápido e fácil, de metro ou de táxi, chegar ao centro da cidade, experienciar e fazer parte do congresso, mas também ter tempo para experienciar a cidade”, exemplifica.

 

eventpoint eventos events destinos destination meetingsindustry bulgaria

 

“Temos muita cultura, muita história e isso é algo de que nos orgulhamos. Por isso estamos a tentar implementar a sensação da História e da cultura no programa social dos eventos”, conta a CEO do Bulgarian Convention Bureau. 

No entanto, ressalva que há muito mais a descobrir para além de Sófia: “Temos diferentes locais onde existem hotéis de quatro e cinco estrelas preparados para receber eventos e que ficam a cerca de 40 minutos de Sofia. Mais uma vez, tudo depende de qual será a escolha do grupo, de quantos delegados, qual a natureza, qual o setor de onde vem e o que desejam fazer além de participar no evento.”

 

eventpoint eventos events destinos destination meetingsindustry bulgaria

 

Um dos exemplos é a Costa do Mar Negro, servida por dois aeroportos internacionais (Burgas e Varma). “Não é uma localização apenas para a época de verão e para lazer, já que tem muitos business hotels que oferecem condições excecionais para eventos”, garante.

 

Portugal é uma oportunidade

Promover a Bulgária como destino de eventos em mercados como o português é um dos próximos passos a dar pelo Bulgarian Convention Bureau. A CEO da entidade reconhece que, até agora, o país é visto sobretudo como um destino de lazer e admite que tem faltado promoção junto de mercados mais distantes.

 

eventpoint eventos events destinos destination meetingsindustry bulgaria

 

“Costumávamos focar-nos em mercados com que, no passado, tínhamos boas ligações. Para atrair temos de garantir que existem boas ligações aéreas, o que torna a escolha mais fácil, porque ninguém quer viajar se tiver de fazer três escalas”, explica. 

No entanto, diz que “as coisas estão a mudar”: “Há voos a partir de Lisboa e isso obviamente que muda a perceção sobre o destino e abre as nossas portas para novas oportunidades e para colocar na nossa estratégia que temos de atrair cada vez mais pessoas e empresas de Portugal. É uma oportunidade para nós.”

 

eventpoint eventos events destinos destination meetingsindustry bulgaria

 

O próximo passo, diz, será dar a conhecer, junto das empresas e associações portuguesas, o interesse da Bulgária em receber os seus eventos.  

 

Olga Teixeira*

*Viajou a convite da Conventa

 

©Sofia Tourism Administration

 

Tags: Destinos, Eventos, Meetings Industry, Bulgária, Conventa

18-10-2021