Entrevistas

Portugal pode ser um destino de turismo desportivo ao nível dos melhores do mundo

Criada em 2005, a Move Sports actua no sector dos eventos e turismo desportivo. Estivemos à conversa com António da Cunha, CEO, que partilha com a Event Point a crescente importância dos eventos desportivos na vida das empresas e a convicção de que Portugal pode ser um destino de turismo desportivo ao nível dos melhores do mundo.

Como começou a Move Sports e quais foram os principais marcos da história da empresa?

A Move Sports começou a operar em 2005, tendo assim um património de 13 anos, com o objetivo de ocupar no território empresarial o turismo desportivo, que em Portugal estava vazio.

Este pioneirismo deu, e continua a dar hoje, um enorme valor à empresa, porque é reconhecida como o principal parceiro português do sector pela maior parte dos operadores ocidentais, bem como em outros países, como os do Médio Oriente. Desde então já realizámos ações para várias empresas, onde se incluem algumas multinacionais que nos escolheram como parceiras nos seus eventos de team building anuais, juntando centenas de colaboradores de todo o mundo em redor de atividades desportivas que promovam o convívio, o espírito de equipa e a motivação.

O reconhecimento referido permitiu–nos ter atingido vários patamares fundamentais. Num catálogo enorme de desportos, do rugby ao hóquei em campo, passando pela natação, somos o primeiro contacto em Portugal que empresas e entidades procuram.

Ao mesmo tempo, concebemos e realizamos vários eventos desportivos, como o Portugal Youth Rugby Festival, que comemora este ano a 10º edição, e o Lisbon Football Youth Cup, que fazem parte da agenda anual obrigatória dos clubes europeus e norte–americanos.

Como olham para o panorama dos eventos corporativos em Portugal? As empresas apostam em eventos com componente desportiva?

As empresas portuguesas são hoje tão profissionais como as suas congéneres ocidentais e, naturalmente, preocupam–se em acompanhar as principais tendências de eficácia empresarial e as relacionadas com o bem–estar e a motivação dos seus colaboradores e clientes. Notamos hoje um grande interesse por parte das empresas em perceber como a prática desportiva em ambiente empresarial as pode ajudar e uma curiosidade genuína em encontrar o formato adequado.

Quais são os principais aspectos que as marcas querem trabalhar com os eventos desportivos?

Tendencialmente, as empresas procuram atingir dois objectivos quando contratam connosco uma actividade desportiva. O primeiro tem a ver com a obtenção de um nível de descontracção e diversão que, normalmente, está arredado da rotina laboral. O segundo objectivo, onde criamos abordagens e formatos específicos, é a aquisição, por parte dos colaboradores, de alguns valores fundamentais do desporto, como a disciplina, a concentração e o esforço, através dos nossos programas.

Obviamente, é parte importante dos nossos programas, como também da preocupação das empresas, a criação entre os colaboradores de um espírito de equipa sólido.

Quando vos procuram, os clientes já têm objectivos claros, quanto àquilo que pretendem?

Têm, acima de tudo, noção da importância do desporto na vida da empresa. Depois, num processo conjunto, conforme a natureza e a tipologia da empresa, estudam connosco o melhor formato de programa.

event point revista eventos turismo de negócios

Que mais-valias têm este tipo de eventos para as marcas?

Cremos que as mais–valias são importantes e múltiplas. Desde logo, permitem a quebra de rotina e a criação de momentos onde os colaboradores são envolvidos em algo de diferente e interessante. A um segundo nível, permitem o contacto e a experiência com um conjunto de valores e de práticas, que formam o “core” do desporto, que podem ser muito importantes para a eficácia da empresa e para um ambiente mais saudável para os colaboradores.

Quais são as principais tendências em termos de eventos desportivos corporate actualmente?

A principal tendência actualmente é a procura de formatos que permitam, por um lado, a realização de actividades em equipa, como por exemplo, um torneio de futebol, e que, por outro, fomentem a experiência de valores desportivos.

event point revista eventos turismo de negócios

As empresas que vos procuram preocupam-se em avaliar o impacto, o retorno dos eventos que vos confiam? De que forma o fazem?

A avaliação é permanente e muito exigente. Todos os programas são avaliados pelos envolvidos, isto é, pelos colaboradores da empresa, pelas estruturas de gestão e, por sua vez, estes avaliam o nosso trabalho.

O objectivo é sempre o de detectar e eliminar falhas e criar programas que sejam atraentes e correspondam de modo directo aos interesses específicos de cada empresa.

Acredita que Portugal tem o que é preciso para ser um destino de evento desportivos das marcas?

Não é só acreditar, é, acima de tudo, constatar a realidade que observamos todos os dias. Portugal é constantemente reconhecido como um destino turístico de eleição por quem nos visita. A nossa geografia, o nosso clima, a nossa história, a qualidade de vida nas nossas cidades, faz com que empresas de todo o mundo nos procurem. Pelo que, tomando partido destas valências e investindo da forma correcta, podemos ser um destino de turismo desportivo ao nível dos melhores do mundo.

Em termos de recintos e equipamentos desportivos o país está bem preparado?

Esta é uma frente onde todos, entidades públicas e privadas, têm de pensar estrategicamente para melhorar a oferta. Essencialmente, precisamos de mais unidades hoteleiras de qualidade com infra-estruturas desportivas, designadamente campos relvados, piscinas, entre outros equipamentos.

event point revista eventos turismo de negócios

Como olham para a evolução da Move Sports nos próximos anos? Quais os objectivos estratégicos para a empresa?

O principal objectivo estratégico é a manutenção do nosso estatuto, duramente conquistado, de parceiro português de eleição e confiança para as empresas e operadores globais que estão ligados ou procuram oferta de turismo corporativo desportivo.

O segundo objectivo estratégico é a extensão da nossa oferta a um leque mais alargado de desportos e a consolidação do aumento da procura por parte das empresas.

Tags: Move Sports, Turismo desportivo, Eventos Desportivos

06-04-2018