Entrevistas

Christoph Tessmar: “O digital e o híbrido estão a desempenhar um papel fundamental”

Num período especialmente complexo das nossas vidas, em que tudo muda muito rapidamente, entrevistamos Christoph Tessmar, presidente do Capítulo Ibérico da ICCA (International Congress and Convention Association), para que nos desse a sua visão da atualidade no setor da meetings industry.

De que forma ele, que também é diretor do Convention Bureau de Barcelona, olha para a indústria que se preparava para ter um ano de 2020 excelente, e que de repente se viu “atropelada” por este acontecimento que é a Covid‑19? Aproveitamos também para obter um feedback sobre a extraordinária prestação de destinos ibéricos no ranking da ICCA.

Como comenta o facto de no top 5 da ICCA surgirem três destinos ibéricos: Lisboa, Madrid e Barcelona?

Para mim, enquanto presidente do Capítulo Ibérico, juntamente com toda a direção, é com tremenda satisfação que vemos que o nosso Capítulo é tão relevante para a indústria e que temos destinos tão fortes, e com uma performance tão boa e profissional. Tenho de destacar o facto de Lisboa ter alcançado o segundo lugar no ranking pela primeira vez. Isto é resultado de um grande esforço e de um excelente trabalho que tem vindo a ser efetuado nos últimos anos. Parabéns para todos os meus amigos em Portugal.

Falando da atualidade, como vê este “novo normal” no que diz respeito aos eventos, depois deste autêntico tsunami provocado pela Covid‑19?

De momento, é muito difícil prever alguma coisa. Vai levar tempo, seguramente, a voltar aos eventos presenciais como estávamos habituados. Outros elementos como a sustentabilidade e a segurança serão chave para o futuro. Entretanto, temos de nos adaptar a esta nova situação. Mas sinto‑me realmente optimista de que vamos superar esta crise e vamos voltar aos eventos presenciais.

Qual pode ser o papel de uma associação como a ICCA durante este período difícil?

Primeiro do que tudo, as associações têm de estar na linha da frente e ajudar os seus membros. A presença é realmente necessária. Os membros têm de sentir que não estão sozinhos durante a crise. Devo dizer que a ICCA está a desempenhar o seu trabalho muito bem, ao organizar uma série de reuniões e a providenciar webinars educacionais e informativos. Partilhar experiências entre a nossa comunidade sempre foi muito útil, e agora ainda mais.

Os vossos objetivos, enquanto direção, mudaram com esta situação do coronavirus? Se sim, de que forma?

Os nossos objetivos não mudaram, mas temos de reconhecer que temos de estar mais presentes. Não é uma tarefa fácil, porque também temos de lidar individualmente com os nossos problemas. Apesar disso, estamos comprometidos com o Capítulo e com os membros.

 

Tags: ICCA Iberian Chapter, Christoph Tessmar, Eventos, Meetings Industry

28-09-2020